13 alimentos que vão turbinar o seu cérebro

13 alimentos úteis ao cérebro para aumentar o foco e a memória

 

O que os alimentos que você come têm a ver com o funcionamento do seu cérebro? Acontece uma divisão impressionante. Enquanto nós sempre soubemos que o que comemos afeta nossos corpos e o modo de olharmos, também, os cientistas estão aprendendo cada vez mais que o que comemos afeta nossos cérebros. Sim, os alimentos para o cérebro interessam (especialmente para nossa matéria cinzenta).

Veja, nossos corpos não gostam de estresse.  E o que é que o provoca? Nós ficamos estressados, por exemplo, quando alguém pula na nossa frente ao passarmos por um beco escuro, nesse caso o estresse é físico, ou ele é mental, quando estamos sobrecarregados de trabalho. Nos dois casos nosso corpo libera citoquinas inflamatórias.

Essas pequenas substâncias químicas estimulam o sistema imunológico a entrar em ação e a combater o estresse através da inflamação, como se o estresse fosse uma infecção. Enquanto a inflamação ajuda a nos proteger contra doenças e a recompor o corpo, como acontece quando nos cortamos, por exemplo, a inflamação crônica reage de modo diferente. Ela tem sido associada a doenças autoimunes como esclerose múltipla, ansiedade, pressão arterial elevada e muito mais.

Mas o que isso tudo tem a ver com a comida? Nosso intestino ajuda a manter as respostas imune e a inflamação do nosso corpo sob controle. Além disso, os hormônios intestinais que entram ou são produzidos no cérebro influenciam na capacidade cognitiva, como a compreensão e o processamento de novas informações, mantendo o foco na tarefa que estamos realizando e distinguindo quando estamos sobrecarregados.

Além disso, os alimentos úteis ao cérebro são ricos em antioxidantes, gorduras benéficas, vitaminas e minerais que fornecem energia e ajudam na proteção contra doenças cerebrais. Então, quando nos concentramos em dar aos nossos corpos alimentos integrais e nutritivos que beneficiam tanto o intestino quanto o cérebro, estamos realmente beneficiando nossas mentes e corpos, mantendo-os em excelente forma.

É claro, que alguns alimentos são melhores para o seu cérebro do que outros. Eu reunir 13 alimentos úteis ao cérebro que você deve comer para alimentar sua mente e o seu corpo. Com uma mistura de frutas, legumes, óleos e, até chocolate (sim, chocolate!) têm alimentos para todos os gostos!

1.    Abacates

   Essa fruta é uma das mais saudáveis que pode ser consumida, minha favorita de todos os tempos. Enquanto os abacates, muitas vezes, possuem uma má reputação, por causa de seu alto teor de gordura, é importante notar que estas casas de força verde são embaladas com gorduras monossaturadas ou o tipo "bom", mantendo os níveis de açúcar do sangue estável e sua pele brilhante.

Os abacates contêm vitamina K e folatos (pertencentes à família das vitaminas) que ajudam na formação de coágulos no cérebro (protegendo contra derrame), bem como, ajuda a melhorar a função cognitiva, especialmente, a memória e a concentração.

Eles, também, são ricos em vitamina B e vitamina C que não ficam armazenados no corpo e é necessário se fazer uma reposição diária. Além do mais, eles têm um elevado teor de proteína e baixo teor de açúcar. Nada mau! A textura cremosa dos abacates faz deles um suplemento considerável nas vitaminas e uma substituição vantajosa das gorduras usadas nos assados.

2.    Beterrabas

Possivelmente, a sua forma engraçada ou lembranças de receitas ruins consumidas durante a infância, faz da beterraba um alimento que inspira receio para muitas pessoas, mesmo os amantes de vegetais. Isso é uma vergonha, porque essas raízes vegetais são algumas das plantas mais nutritivas que você pode comer, por isso elas têm um lugar cativo na minha lista de compras de alimentos saudáveis.

Elas reduzem a inflamação, são altamente ricas em antioxidantes que protegem contra o câncer, além de purificarem o sangue. Os nitratos naturais presentes na beterraba, realmente, aumentam o fluxo sanguíneo para o cérebro, ajudando no desempenho mental. Além disso, quando se executa exercícios que exigem um maior esforço a beterraba, também, ajuda a aumentar a energia e os níveis de desempenho.

3.    Caldo de ossos

É o alimento definitivo para curar seu intestino e, como consequência, curar o seu cérebro. Esse alimento antigo é cheio de benefícios para a saúde que vão desde o aumento do seu sistema imunológico, solução para o intestino gotejante, melhora dos problemas de articulações, até a cura das alergias alimentares. Os seus elevados níveis de colágeno ajudam a reduzir a inflamação intestinal, bem como, os aminoácidos curativos, como a prolina e a glicina, que mantém o sistema imunológico funcionando corretamente, além de ajudar a melhorar a memória. 

4.    Brócolis

Sua mãe acertou quando ela lhe disse para comer o seu brócolis. É um dos melhores alimentos para o cérebro que existem por aí. Devido aos seus elevados níveis de vitamina K e colina, ela ajuda a manter a sua memória afiada.

Também, é carregada de vitamina C, de fato, apenas uma xícara fornece 150% da sua necessidade diária recomendada. Seus níveis de fibras elevados, significa que você vai se alimentar de uma forma rápida e completa.

 

5.    Aipo

Para um vegetal com uma caloria tão baixa (só 16 calorias por xícara!), o aipo, com certeza, oferece muitos benefícios.

Seus elevados níveis de antioxidantes e polissacarídeos agem como anti-inflamatórios naturais, podendo ajudar a aliviar os sintomas relacionados à inflamação, como dor nas juntas e síndrome do intestino irritado.

Por isso, é um nutriente muito denso, com pacotes de vitaminas, de minerais e de nutrientes com pouco teor calórico. É uma grande opção para uma refeição ligeira, se você está buscando perder peso. E, ao nos habituarmos a comer os talos de aipo, não poderemos esquecer das sementes e das folhas, pois elas, também, fornecem benefícios extras à saúde e dá gosto às batatas fritas e sopas.

 

6.    Óleo de coco

Ah! Óleo de coco, um dos mais versáteis e muito bom para você, quando comparado com outros alimentos. Com 77 modos de uso e diferentes formas de cura, não existe quase nada que o óleo de coco não possa curar.

E quando se trata do seu cérebro ele é muito benéfico. O óleo de coco opera como um anti-inflamatório natural, suprimindo as células responsáveis pela inflamação. Ele pode ajudar a minimizar a perda da memória, à medida que, você envelhece e destrói bactérias ruins que povoam seu intestino.

 

7.    Chocolate escuro

Nem todos os chocolates têm a mesma forma de produção. Na verdade, o chocolate escuro, realmente, pode fazer bem a sua saúde! O chocolate é abundante em flavonóis, que têm propriedades antioxidantes e anti-inflamatórias. Também, eles podem auxiliar na regulação da tensão arterial baixa e a melhorar o fluxo sanguíneo tanto para o cérebro, quanto para o coração.

Mas não vá sair mastigando tabletes de chocolate de todo tipo. A maioria do chocolate que você vê em prateleiras do supermercado é altamente processado e com poucos benefícios. A regra básica é que quanto mais escuro o chocolate for, mais benefícios terão para a saúde.

Ignore chocolates ao leite e chocolates brancos e escolha um chocolate preto minimamente processado com pelo menos 70 por cento de cacau. Isso garante que você vai ter a sua quantidade de chocolate adequada e os seus benefícios cerebrais!

 

8.    Gemas de ovo

Durante anos, a gema de ovo ocupou a lista de vilões nutricionais. Mas hoje, finalmente, ela está experimentando seu bem merecido reconhecimento. Se você só come a clara do ovo, então você é a gema.

A gema de ovo contém grandes quantidades de colina, que ajuda no desenvolvimento no cérebro fetal em mulheres grávidas.

Se, você absteve-se de comer ovos por causa do colesterol existem boas notícias. Estudos mostram que comer ovos não tem efeito sobre os níveis de colesterol de adultos saudáveis ​​e pode, de fato, ajudar a elevar os níveis de colesterol bom.

Também, é uma das fontes de proteína mais baratas. Certifique-se, apenas de comprar ovos orgânicos de frangos caipira.

9.    Azeite doce extra virgem

azeite de oliva extra virgem verdadeiro é um bom alimento para o cérebro. Graças aos potentes antioxidantes conhecidos como polifenóis que são encontrados no azeite, esse não só facilita a aprendizagem e ajuda a memória, mas também, reverte as doenças relacionadas com a idade. Também o azeite ajuda a combater as ADDLs (amyloid b-derived diffusible ligands) proteínas que são tóxicas para o cérebro e induz a doença de Alzheimer.

Diante da grandeza do azeite virgem extra, lembre-se que não é uma boa opção cozinhá-lo, pois na presença de altas temperaturas ele se decompõe ao sofrer a reação de hidrogenação. A melhor maneira de obter o máximo de proveito é consumi-lo frio ou à temperatura ambiente.

 

10. Folhas de vegetais verdes

Acontece que Popeye com sua obsessão por espinafre tinha alguma informação a respeito. Recebendo ajudas regulares de alimentos de folhas verdes e folhosas, como couve, acelga e alface, pode-se evitar o avanço da demência, de acordo com nova pesquisa.

No estudo, que avaliou os hábitos alimentares e a capacidade mental de mais de 950 adultos mais velhos por uma média de cinco anos, aqueles adultos que comeram uma porção de vegetais verdes folhosos uma ou duas vezes por dia experimentaram uma deterioração mental mais lenta do que aqueles que não comeram, mesmo quando fatores como idade, educação e histórico familiar de demência foram considerados.

As verduras verdes e folhosas também são carregadas de vitaminas A e K (somente uma xícara de couve galega tem mais de 684 por cento da sua necessidade diária recomendada!), que ajudam a lutar com a inflamação e manter os ossos fortes.

11. Alecrim

Já sabíamos que o óleo de alecrim tem uma variedade de benefícios, mas você sabia que a erva faz, também? O ácido carnósico, um dos principais ingredientes do alecrim, ajuda a proteger o cérebro da neurodegeneração. Ele faz isso protegendo o cérebro contra os radicais químicos livres, que estão associados à neurodegeneração, ao mal de Alzheimer, aos derrames e ao envelhecimento normal no cérebro.

Ele também ajuda a proteger a visão da deterioração, graças aos seus altos níveis de antioxidantes e propriedades anti-inflamatórias.

12. Açafrão

Não é bacana, quando uma especiaria simples tem benefícios surpreendentes para a saúde? Esse é o caso do açafrão da terra, uma raiz antiga que tem sido usada devido às suas propriedades curativas ao longo da história. Graças à curcumina, um composto químico encontrado na cúrcuma. A especiaria, na verdade, é um dos mais poderosos (e naturais) agentes anti-inflamatórios.

A cúrcuma também ajuda a impulsionar os níveis de antioxidantes e manter o sistema imunológico saudável, enquanto, também, melhora a absorção de oxigênio no seu cérebro, mantendo-o alerta e capaz de processar informações.

13. Nozes

 

Acontece que comer nozes pode impedi-lo de enlouquecer. Só em mastigar algumas sementes por dia pode melhorar sua saúde cognitiva. Seus altos níveis de antioxidantes, vitaminas e minerais também melhoram o estado de alerta mental. A vitamina E, presente nas nozes, também, pode ajudar a afastar a doença de Alzheimer.

Partes extraídas do site: https://draxe.com/15-brain-foods-to-boost-focus-and-memory/

Tradução: Adelson Alves

Newsletter

Assine a nossa newsletter: